sábado, 19 de abril de 2014

Brasileirão 2014 tem 9 Clubes com patrocinadores estatais.









Em tempos de preparação para Copa do Mundo e Jogos Olímpicos, as atenções se voltam, justificadamente, para a quantidade de dinheiro público gasta com os eventos. Que tal lançar o mesmo olhar sobre o futebol? Neste sábado, começa a Série A do Campeonato Brasileiro. Difícil encontrar na história da competição uma edição tão "turbinada" por verbas públicas.

Dos 20 participantes, nove entrarão em campo tendo como patrocinadores principais bancos públicos. Corinthians, Flamengo, Coritiba, Vitória, Atlético-PR, Figueirense e Chapecoense são patrocinados pela Caixa Econômica Federal. Já Grêmio e Internacional têm como patrocinador master o Banrisul. Ao todo, os clubes recebem R$ 103 milhões por ano das empresas públicas.

O Corinthians, com R$ 31 milhões anuais, lidera o ranking dos patrocínios estatais. Depois vem o Flamengo, com R$ 25 milhões. Os menores valores são do Figueirense, que recebe R$ 1,75 milhão por temporada, e da Chapecoense, que leva R$ 1 milhão.  O Banrisul gasta R$ 26 milhões por ano com os rivais gaúchos. Os dois patrocínios são idênticos: cada um leva R$ 13 milhões.

Outro detalhe chama atenção. Considerando que três times iniciam o torneio sem patrocinador principal - Santos, Sport e Palmeiras -, restam apenas oito que têm como principais financiadores empresas privadas. Dois deles têm, assim como os clubes apoiados por estatais, patrocínio de um banco. É o BMG, estampado nas camisas de Cruzeiro e Atlético-MG. Os demais são o Fluminense com a Unimed, o Goiás com a Philco, o Botafogo com a Guaraviton, o Bahia com a OAS, o São Paulo com a Semp Toshiba e o Criciúma com a Dotz.

Ou seja, são nove clubes com patrocinadores estatais e oito com financiamento privado.

O avanço da Caixa Econômica Federal inclui também a Série B. Na competição, Vasco, Avaí e Atlético-GO irão exibir a logomarca do banco. O ASA de Arapiraca, da Série C, também conseguiu patrocínio. Este último, no caso mais claro de influência política. O patrocínio foi negociado por interferência do senador Fernando Collor (PTB-AL).

Fonte: Blog do Mansur


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Brasileirao-2014-9-Clubes-patrocinadores-estatais.html

Futebol sem liderança.









Depois de quase uma década sem grandes escândalos na organização das competições nacionais, o futebol brasileiro volta a se deparar com os graves problemas que marcaram um período difícil entre os anos 80 e 90.

Desde o arranjo para a disputa da Copa João Havelange, em 2000, que não se via a CBF em tão grande embaraço.

Nem mesmo em 2005, quando foi obrigada pela Justiça a reprogramar sete partidas denunciadas por resultados suspeitos apurados no inquérito que investigou a Máfia do Apito.

Dói admitir, mas o fim do Clube dos Treze, em 2011, e o afastamento de Ricardo Teixeira, em 2012, deixaram os clubes brasileiros à deriva.

A falta de liderança descentralizou o comando, as federações recuperaram o poder de barganha e o nosso futebol regrediu à época do escambo político, modelo que chegou a colocar 94 clubes numa só edição do campeonato nacional dos anos de chumbo dos governos militares.

RETROCESSO.

O imbróglio jurídico-desportivo envolvendo Portuguesa, Flamengo e Fluminense, criado na última rodada do Brasileiro de 2013 e que culminou no deplorável episódio visto na partida de abertura da Série B, na última sexta-feira, mostra claramente o descrédito da CBF, desde 2012 comandada pela dupla paulista Marín e Del Nero.

É triste, parece pesadelo, mas é a cada dia mais real o retorno à era Otávio Pinto Guimarães e Nabi Abi Chedid _ gestão que justificou a criação do Clube dos 13, em 1987, e precedeu a administração Ricardo Teixeira, em 89.

LEGÍTIMO.

Não sei se é correta a postura dos dirigentes da Portuguesa de ir até à última instância na busca pelo direito de permanecer na Série A, mas no fundo, no fundo, a considero legítima.

Principalmente, desde que veio à tona o caso do jogador do Figueirense que, descobriu-se depois, atuou de forma irregular num dos jogos da Série B de 2013.

O Icasa, que terminou na quarta colocação, pede a vaga na Série A, mas a CBF de Marín e Del Nero assumiu a culpa e concedeu o perdão ao clube catarinense.

Clube, aliás, filiado à Federação que garantiu quatro votos a Del Nero à presidência da CBF.

Gestão que terá como um dos vice-presidentes o atual comandante da entidade catarinense, Delfim Peixoto.

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Futebol-sem-lideranca.html

Flamengo acerta com reforço e já tem data para apresentação.









O atacante Arthur, artilheiro do Londrina no Paranaense, vai para o Flamengo. A informação foi confirmada pelo Blog do Lúcio Flávio, no Bonde, pelo gestor Sérgio Malucelli.

A apresentação do jogador na Gávea será na próxima terça-feira (22). O contrato será de empréstimo até o fim do ano, quando o rubro-negro terá opção de compra de 50% dos direitos econômicos do atleta.

Antes de acertar com o Flamengo, Arthur chegou a ser negociado com o Grêmio, mas a transação não avançou.

O jogador foi um dos destaques da campanha vitoriosa do Tubarão no Paranaense, e teve como ápice os três gols marcados na vitória por 4 a 1 diante do Atlético na semifinal.

Fonte: Bonde


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Flamengo-acerta-reforco-ja-tem-data-apresentacao.html

Flamengo divulga balanço financeiro 2012/2013 e orçamento 2014.










O Flamengo divulgou o seu balanço com os resultados financeiros de 2013.


Abaixo os links para baixar a Demonstração financeira de 2013 e 2012:


Publicamos também o link para a o orçamento aprovado de 2014



Mensagem do Presidente

No primeiro ano da nossa gestão, o Clube de Regatas do Flamengo mostra a primeira parte da evolução do projeto de reestruturar as finanças do clube sem, entretanto, perder a competitividade nos esportes.

Sabíamos que o desafio seria imenso e que nem todas as medidas seriam populares. A dispensa de atletas remunerados em algumas categorias de esportes olímpicos,mantendo a formação, o fechamento da piscina olímpica, que estava condenada desde 2010, e a rescisão de alguns contratos de nossos jogadores de futebol profissional foram medidas duras, porém necessárias.

(…)

Paralelamente, iniciamos uma reestruturação administrativa, com busca de novas receitas e controle das despesas. Com o equilíbrio financeiro, conseguimos obter a Certidão Negativa de Débito, ficando assim em dia com nossas pendências fiscais e aptos a obter incentivos para impulsionar os esportes olímpicos e investir no patrimônio do clube.

Para 2014, nosso objetivo é manter a competitividade com austeridade. Nossas metas são manter um time de futebol competitivo e vencedor, que sempre dispute títulos, representando o Flamengo à altura de suas tradições. Pretendemos também equilibrar as contas e alavancar o resultado dos esportes olímpicos e aumentar o número de associados e de sócios torcedores.

Em breve retomaremos as obras e teremos um dos melhores e mais modernos centros de treinamento para o futebol profissional. Investiremos também em melhorias no clube da Gávea sendo que todas levarão em consideração a pesquisa realizada junto aos associados como base na elaboração do Plano Diretor.

Por fim, apresentamos as demonstrações financeiras do ano de 2012 (reapresentação) e as demonstrações financeiras do ano de 2013, estas sem ressalvas dos auditores independentes. Com isto estamos dando mais um passo em nosso compromisso com a transparência e retorno da credibilidade do nosso FLAMENGO.

Agradeço a todos que de sua forma contribuíram para a melhoria do Clube.

UMA VEZ FLAMENGO SEMPRE FLAMENGO
Eduardo Bandeira de Mello

Fonte: Ser Flamengo


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Flamengo-divulga-balanco-financeiro-2012-2013-orcamento-2014.html

Jayme diz que Flamengo perde um grande jogador.









O que já era evidente nas entrelinhas agora é oficial: Carlos Eduardo não joga mais com a camisa do Flamengo. Faltando pouco mais de dois meses para o fim do empréstimo, o Rubro-Negro aguarda uma resposta do Rubin Kazan para uma rescisão antecipada do vínculo e a liberação para outro clube. Enquanto isso não acontece, o meia segue treinando normalmente com os companheiros, mas Jayme de Almeida já definiu que não o utilizará em nenhuma das nove primeiras rodadas do Brasileirão. A despedida em campo aconteceu exatamente há um mês, na derrota por 1 a 0 para o Bolívar, em La Paz, pela Taça Libertadores da América.

Desde então, Cadu até viajou para o Equador para partida com o Emelec e convocado para concentração do confronto com o León, no Rio de Janeiro, mas não foi relacionado para o banco de reservas. Em entrevista ao GloboEsporte.com, Jayme admitiu que a passagem do jogador pelo Flamengo chegou ao fim e disse que a medida visa preservar o próprio meia dos protestos do torcedor, que viraram rotina. O treinador reforçou que o ato determinante para decisão foi o lance na vitória por 5 a 2 sobre o Macaé, quando Carlos Eduardo foi muito criticado por desistir de jogada antes de desarme de Amaral que resultou em um gol de Hernane. Desde então, o camisa 20 entrou em campo somente mais três vezes (duas entrando no decorrer do jogo).

- Seria até uma maldade (escalá-lo). Já comentei o que aconteceu (diante do Macaé) e acho que foi uma maldade o que fizeram naquele lance. Botaram na televisão, falaram, e ele entrar em campo agora virou uma coisa complicada, para ser vaiado, ser hostilizado, ser xingado. Isso acaba influenciando até o próprio time. O Cadu nos ajudou muito, foi campeão da Copa do Brasil, nos ajudou a não ser rebaixado e só tenho a agradecer. Torço muito para que ele volte a jogar com tranquilidade no clube para onde for e que seja muito feliz. É um menino que merece.

Jayme ressaltou ainda que o ambiente interno é positivo para Carlos Eduardo, mas a pressão externa acabou sendo determinante na história escrita pelo jogador com a camisa do Flamengo. Por fim, lamentou ainda que a passagem termine desta maneira.

- Todo mundo tem um carinho muito grande por ele. É um menino muito bom, que não faz mal a ninguém, está sempre alegre e brincalhão. Os meninos gostam muito dele e sabem que é muito importante para gente. O que aconteceu com ele é uma pena para o Flamengo, que está deixando de ter um grande jogador. O início foi duro, veio de contusão, muito tempo parado, mas já se adaptou. Infelizmente, chega uma hora que é até uma maldade colocá-lo, sacrificá-lo. É um atleta que entra em campo e não pode errar uma bola que só falta baterem nele. É para o bem dele não colocá-lo. Evita um desgaste. Nenhum atleta, nenhuma pessoa merece passar pelo que acontece com ele quando entra em campo.

Contratado no início de 2013 como principal nome do início de gestão de Eduardo Bandeira de Mello, Carlos Eduardo entrou em campo com a camisa do Flamengo em 49 oportunidades e marcou um gol: diante do Cruzeiro, no Mineirão, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Em 2014, foram apenas sete aparições.

Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Jayme-diz-Flamengo-perde-grande-jogador.html

Hernane trata volta à Libertadores como prioridade ao Flamengo.









As costas ainda doem, mas o incômodo se torna pequeno diante da impotência de quem está nas arquibancadas. Protagonista do Flamengo no ano passado, Hernane vive dias de agonia. Com uma fratura nas costas, o Brocador está há mais de 20 dias no departamento médico, não marca um gol desde o dia 1º de março, e conta as horas para poder voltar aos campos. Nem que seja somente para correr. Ainda sem previsão, o atacante garante que voltará a vestir a camisa rubro-negra antes da Copa do Mundo e, se metas de gols não foram estipuladas, uma missão já está bem definida para o Brasileirão: levar o clube de volta à Libertadores.

Mais um entre os cerca de 60 mil presentes no Maracanã, Hernane nada pôde fazer para evitar a eliminação precoce diante do León, ainda na fase de grupos. Sofrimento que permanece na cabeça do Brocador, que promete transformá-lo em estímulo na caminhada por um reencontro com a competição continental:

- Agora, sei tudo que o torcedor passa. Vivi essa experiência e não quero passar mais por ela. É muito ruim, sofremos bastante. Dentro de campo, não sentimos isso. É complicado. Nunca pensei viver essa situação depois de um ano maravilhoso, como foi ano passado (...) O Flamengo é grande e precisa estar na Libertadores. Já fortalecemos o nosso grupo com o título carioca e temos que brigar por coisa grande, brigar para colocar o Flamengo novamente na Libertadores.

A lesão nas costas tirou Hernane do turbilhão de cobranças que vivia pela ausência de gols somada a boa fase de Alecsandro. Até vaias o Brocador recebeu na vitória sobre a Cabofriense, pela primeira partida da semifinal do Carioca. Os aplausos ao sair de campo lesionado no jogo seguinte e o carinho que tem recebido no processo de recuperação, por sua vez, reforçam a tranquilidade que o atacante garante nunca ter perdido.

- Estava bem tranquilo. Falavam em má fase, mas eu não vi assim. Seria se eu estivesse até agora sem gol. Como éramos poupados para Libertadores, ficava um pouco sem ritmo de jogo (...) Sabia que as coisas iam acontecer. Se não fazia o gol, ajudava de outra maneira, com marcação e assistência. Agora, tive esta lesão. Ninguém quer machucar e ficar sem fazer gol, mas só volto quando estiver bem, 100%.

Sem Hernane, o Flamengo estreia no Brasileirão neste domingo, às 18h30, contra o Goiás, no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. Quando voltar, o Brocador terá mais dois companheiros de posição no elenco: Arthur, ex-Londrina, e Henrique, vindo da Portuguesa, que devem ser apresentados na próxima semana.

Confira abaixo todo bate-papo com o Brocador:

Quão frustrante foi para você ficar fora da equipe justamente no momento mais importante da temporada até agora? Ver a eliminação na Libertadores e não poder jogar. E também ver o título e comemorar de uma maneira mais discreta.

- Agora, sei tudo que o torcedor passa. Vivi essa experiência e não quero passar mais por ela. É muito ruim, sofremos bastante. Dentro de campo, não sentimos isso. É complicado. Nunca pensei viver essa situação depois de um ano maravilhoso, como foi ano passado. A lesão me tirou dos jogos mais importantes do Flamengo no ano, Libertadores e finais. Mas fico feliz pelo título, com o torcedor incentivando. Pude ajudar com uns gols na fase de classificação.

As dores ainda te perturbam muito? Tem uma previsão para voltar a jogar?

- Creio que em umas três semanas vou estar tranquilo. As dores já estão sumindo, sinto mais em movimentos bruscos, para entrar no carro, virar, até dormindo. Vou conversar com o Runco (chefe do departamento médico do Flamengo) para voltar a correr, dar um trote.

Acha que dá para ficar à disposição ainda antes da Copa?

- Pretendo voltar antes da Copa, sim. Ficar fazendo fisioterapia não é legal, com vontade de treinar e não poder. Vou voltar 100%. Não quero arriscar. Volto quando não tiver dor.

Quando você se machucou, havia quem pedisse pela sua saída da equipe para dar lugar ao Alecsandro. Você acredita que vivia mesmo uma má fase? Como encarou esse primeiro questionamento depois de ser tão decisivo no ano passado?

- Estava bem tranquilo. Falavam em má fase, mas eu não vi assim. Seria se eu estivesse até agora sem gol. Como éramos poupados para Libertadores, ficava um pouco sem ritmo de jogo. Não começamos a jogar o Carioca e depois não tivemos uma sequência. Quando tive, fiz quatro gols em três jogos. Ficou uma situação um pouco de pressão que eu não sentia, e tinha a boa fase do Alecsandro. Sempre me mantive tranquilo por ter o respaldo do treinador pelo que fiz em 2013. Tenho minha confiança, a dele, do grupo e dos torcedores, que me conhecem dentro e fora de campo. Sabia que as coisas iam acontecer. Se não fazia o gol, ajudava de outra maneira, com marcação e assistência. Agora, tive esta lesão. Ninguém quer machucar e ficar sem fazer gol, mas só volto quando estiver bem, 100%.

Você chegou até a ser vaiado na primeira semifinal do Carioca contra a Cabofriense...

- Foi uma meia-dúzia de torcedor que paga ingresso para ir xingar, mas procurei esquecer. A torcida mesmo sempre vai apoiar. O torcedor ficou acostumado com todo jogo gol, dois gols, mas quando eu não for bem é algo normal vaiar. Faz parte do futebol. Logo na sequência, saí aplaudido do jogo e depois que viram a gravidade da minha lesão, recebi muitas mensagens em redes sociais. Foi um momento que eu sabia que poderia acontecer. Eles têm o direito de cobrar. Quero me recuperar e dar alegria.

Por tudo que aconteceu neste início de ano, fica uma cobrança pessoal de voltar à Libertadores e apagar em campo a frustração que você sentiu da arquibancada?

- O Flamengo é grande e precisa estar na Libertadores. Já fortalecemos o nosso grupo com o título carioca e temos que brigar por coisa grande, brigar para colocar o Flamengo novamente na Libertadores. É uma competição importante, que leva ao Mundial, e quero estar bem para termos esta oportunidade no Brasileiro. Temos um elenco forte.

Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Hernane-trata-volta-Libertadores-prioridade-Flamengo.html

Flamengo busca 'pontuação mágica' no Brasileiro antes de pausa.









O Flamengo estreia no Campeonato Brasileiro contra o Goiás, domingo, às 18h30, em Brasília. Serão disputadas nove rodadas antes da pausa para a Copa do Mundo e o Rubro-negro já tem uma "pontuação mágica" para atingir até a interrupção do torneio. Jayme de Almeida e seus comandados definiram o ideal de seis vitórias para terminar a primeira parte da competição com ao menos 18 pontos.

O planejamento foi feito em razão de o Flamengo ter vacilado em sequência na parte inicial do Brasileirão de 2013. Na mesma trajetória de nove rodadas, o time venceu apenas duas vezes, conquistou dez pontos e sofreu na luta contra o rebaixamento até as jornadas finais.

Além do Goiás no estádio Mané Garrincha, o Rubro-negro encara antes da paralisação os seguintes adversários: Corinthians (fora), Palmeiras (casa), Fluminense (neutro), São Paulo (casa), Bahia (casa), Santos (fora), Figueirense (casa) e Cruzeiro (fora).

"Essas partidas serão parâmetros para todos os times. São 27 pontos em disputa e temos a meta de ganhar seis jogos. Isso já nos faz abrir uma margem bastante positiva. Cada jogo será uma final. Sofremos bastante no ano passado e ficamos abaixo da meta que estipulamos. Tenho a certeza de que será diferente desta vez", afirmou o zagueiro Wallace.

"Queremos conquistar o título. Para isso é fundamental começar forte. Temos grandes chances de chegar em boas condições se iniciarmos bem e com manutenção da força até a parada da Copa do Mundo", completou o defensor.

O técnico Jayme de Almeida compartilhou a opinião de Wallace. Segundo o treinador, um começo ruim compromete o planejamento e torna o Brasileirão traumático até a 38ª rodada.

"Pensamos em pontuar o máximo possível. É importante começar bem. Tivemos dificuldades para pontuar no início das última edições. É preciso dar uma boa largada. Caso contrário, a trajetória fica cada vez mais difícil e a pressão aumenta. Todo mundo fica nervoso", encerrou.

Fonte: UOL


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Flamengo-busca-pontuacao-magica-Brasileiro-antes-pausa.html

Flamengo deve rodar o país no início do Brasileirão.









Não chega a ser do Oiapoque ao Chui. Porém, o Flamengo vai ter uma longa estrada a percorrer neste início de Brasileiro. A largada será domingo, em Brasília, contra o Goiás, no Mané Garrincha, às 18h30m. E ainda vai passar por São Paulo, Cuiabá, Uberlândia e, talvez, Natal. Dos nove jogos antes da parada para a Copa do Mundo, o rubro-negro será mandante em cinco. Desses, é possível que só um seja no Maracanã. Segundo o contrato com o consórcio Maracanã S.A., o clube pode levar até dez partidas para outros estádios.

Num misto de interesse comercial, necessidade de eventos testes nos estádios do Mundial e o fechamento do Maracanã, o Rio poderá ficar longe do caminho. Além do Palmeiras, na terceira rodada, o clássico com o Fluminense, que tem o mando de campo, está marcado para o estádio.

Nas outras sete partidas, o elenco, provavelmente, terá de fazer as malas e rodar o Brasil a fim de apresentar um futebol capaz de ultrapassar a fronteira estadual.

Depois da capital federal, o time seguirá até São Paulo para enfrentar o Corinthians, no Pacaembu. Passará em casa e jogará com Palmeiras e Fluminense. Em seguida, há a chance de ir a Natal encarar o São Paulo. De lá, deve descer a Cuiabá, onde o Bahia o espera, mas ainda há negociação. O confronto com o Santos, que é o mandante, ainda não tem local confirmado. Nas últimas duas rodadas antes da paralisação, o destino será Uberlândia (MG). Primeiro, o Figueirense (não confirmado), e, por último, o Cruzeiro.

As viagens não são vistas com bons olhos pela comissão técnica e pelos jogadores. Porém, como profissionais, eles apenas acatam as ordens.

— Dependendo do momento da competição, o desgaste é grande. Mas ficamos felizes, porque em todos os lugares temos apoio da torcida. Só as viagens que são preocupantes mesmo — afirmou o capitão do time, Leonardo Moura.

Se a decisão fosse apenas sua, o técnico Jayme de Almeida faria todos os jogos no Maracanã. Como o clube precisa de dinheiro e há a Copa, ele vê tantas viagens como mais alguns obstáculos que serão impostos na competição.

— Temos de pensar no campeonato com todas as dificuldades. Não adianta ficar reclamando do que não tem mais jeito. Não vai mudar nada. Vamos encarar as dificuldades e procurar minimizá-las — disse o treinador.


Fonte: Extra Globo


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Flamengo-deve-rodar-pais-inicio-Brasileirao.html

E o Brasileirão recomeça... será?














E neste final de semana começa o Brasileirão.

Quer dizer, começar mesmo, meeesmo, só depois das férias forçadas de junho.

E mais uma vez perdemos a oportunidade de ouro de dar uma ajeitada decente no nosso calendário.

O ideal seria ter iniciado os estaduais mais tarde, pra terminar no fim de maio. E só depois das férias de junho, começar o Brasileirão, como fazem todos os países futebolisticamente desenvolvidos, e vários outros minimamente organizados. Mas, vida que segue. Um dia, não sei quando, eles aprenderão.



A minha previsão pro Flamengo é que apesar do título carioca que ganhamos, ainda teremos muito a melhorar se quisermos faturar o Hepta. Não que haja tantos times melhores que o nosso. Mas é que o time precisa melhor um bocado se quiser fazer frente aos possíveis favoritos, que, é bom lembrar, estão fora do eixo RJxSP. Mas como o nível técnico do futebol nacional está bem baixo, é até possível que a gente possa brigar na metade de cima da tabela. A última Copa do Brasil mostrou do que somos capazes. Uma pena que o clube seja obrigado a abrir mão de montar um elenco realmente competitivo para cobrir os rombos de gestões anteriores. Mas isso logo vai passar, pra tristeza e desespero dos outros 19 clubes.



A minha torcida é que, ao contrário de 2013, este tenha "apenas" 38 rodadas, que os melhores vençam e que os realmente piores caiam.



Ah, só como curiosidade, todas as vezes que o Vice da Gama disputou a Série B, o Flamengo foi campeão da A. Oremos!



--

[N.do E.] Horas depois de ter postado este humilde artigo, a Lusa por meio de liminar vazou do jogo contra o Joinville, pela Segundona. É, esse campeonato promete... causar sono. Bem que o Flamengo poderia meter o pé e tentar fazer intercâmbio com algum time de fora jogando a Premier League, ou a Bundesliga.





SRN

Fonte: http://flamengoeternamente.blogspot.com/2014/04/e-o-brasileirao-recomeca-sera.html

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Ex-astro do basquete guarda em casa camisa de Zico.










Dentre os inúmeros quadros que Shaquille O’Neal possui em sua mansão em Orlando (EUA), um deles é sonho de consumo da torcida do Flamengo. O Combate.com esteve na casa do ex-jogador de basquete nesta quinta-feira, para a coletiva do “UFC: Werdum x Browne”e descobriu que ele guarda com carinho uma camisa que Zico lhe deu em 29 de agosto de 1994, com dedicatória e autógrafo. Veja a seguir:

Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Ex-astro-basquete-guarda-casa-camisa-Zico.html

Flamengo goleia Audax na estréia da taça rio Sub-20.









Na tarde da última quarta-feira (16.04), os garotos do Fla estreiaram com uma bela vitória na Taça Rio, returno do Campeonato Carioca sub-20. No estádio Arthur Sendas, o Rubro-Negro venceu por 3 a 0 o Audax. Douglas Baggio e Darlan balançaram a rede para o Mais Querido, além de um gol contra do adversário.

"O Douglas é um rapaz muito bom ofensivamente. Tem ainda todo esse returno para correr atrás da artilharia e se não chegar, certamente ficará entre os primeiros atacantes em número de gols", elogiou o treinador Marcelo Buarque.

O Flamengo volta a entrar em campo pela competição no próximo sábado, às 10h, para enfrentar o Volta Redonda, no estádio Nivaldo Pereira.

Fonte: Site Oficial do Clube


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Flamengo-goleia-Audax-taca-rio-Sub-20.html

Para reforçar elenco, Flamengo aposta em nomes desconhecidos.









Sem sair do plano de cortar gastos e diminuir a dívida, o Flamengo seguirá apostando em jogadores que se destacaram em equipes menores para reforçar o elenco para a disputa do Brasileiro. O primeiro nome da lista é o atacante Arthur, do Londrina, que já está praticamente acertado, faltando os exames médicos para assinar contrato de empréstimo até o fim do ano, com a possibilidade de o Rubro-Negro comprar 50% dos direitos econômicos. Ele deve se apresentar na semana que vem.

O atacante de 24 anos chamou a atenção na semifinal do Paranaense, quando marcou três gols contra o time sub-23 do Atlético-PR. Arthur já disputou a Série A do ano passado pelo Coritiba, não se firmou e foi para o Figueirense. Este ano, o Grêmio chegou a mostrar interesse, mas a negociação não foi para frente.

“Está tudo bem encaminhado. Esperamos pelo acerto na próxima semana, após a realização dos exames”, afirmou o diretor de futebol do Rubro-Negro, Paulo Pelaipe.

O Flamengo também mostrou interesse em Marcelo, que disputou o Campeonato Carioca pelo Volta Redonda, e chegou a conversar com seu empresário. O Fluminense também fez sondagens.

O zagueiro de 22 anos não tem mais contrato com o clube, mas o Cianorte possui parte dos direitos econômicos. Mesmo assim, não haveria empecilhos para a liberação. Como González saiu, Welinton foi emprestado ao Coritiba e os jovens Frauches e Fernando também devem seguir o mesmo caminho, o Rubro-Negro está em busca de mais um nome para a zaga para se juntar a Samir, Wallace, Chicão e Erazo.

O clube ainda busca jogadores para o lugar de Carlos Eduardo, que não terá seu contrato renovado e deve sair antes do término de seu compromisso com o Rubro-Negro, em maio. O apoiador não tem sido relacionado nos últimos jogos e nem sequer foi ao Maracanã para acompanhar a final do Carioca. Outro que não fica é Feijão, que volta ao Bahia após quatro meses e poucas chances.

Meta de seis vitórias em nove jogos

O Flamengo já tem uma meta definida de pontos para a primeira parte do Campeonato Brasileiro antes da paralisação, em junho, para a Copa do Mundo. A ideia é conquistar seis vitórias em nove rodadas para abrir boa vantagem e não sofrer como no ano passado, quando o início foi fraco.

“Serão 27 pontos e nossa meta é ganhar pelo menos seis jogos. Ano passado, o time sofreu muito. Foram cinco pontos de 15 possíveis. Muito abaixo da meta que a gente tinha estipulado. Temos a convicção de que agora vai ser diferente. Para as nossas pretensões de ser campeão tem que começar forte”, disse Wallace.

Fonte: O Dia


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Para-reforcar-elenco-Flamengo-aposta-nomes-desconhecidos.html

Conselho do Flamengo autoriza investigar denúncia contra VP's.









Durante um jantar com membros da oposição na noite de quarta-feira, em um restaurante na Zona Sul do Rio de Janeiro, o presidente do Conselho Deliberativo do Flamengo, Delair Dumbrosck, afirmou ter autorizado a abertura de inquérito para investigar a denúncia contra quatro vice-presidentes que estariam irregulares nos cargos. Falta apenas a instauração da Comissão de Inquérito para os trabalhos começarem, o que deve acontecer nos próximos dias.

A Comissão Jurídica do Conselho Deliberativo já havia elaborado um parecer que solicitava a abertura de inquérito contra Wallim Vasconcellos, vice-presidente de futebol, Rodolfo Landim, vice de planejamento, Rafael Strauch, vice de Fla-Gávea, e Gustavo Oliveira, vice de comunicação. Após a instauração do procedimento disciplinar, a fase de depoimentos dos envolvidos será iniciada e um parecer, para ser levado à votação em plenário, deve ficar pronto em dois meses.

Os quatro vice-presidentes são acusados de não cumprirem o que determina o artigo 4 do Regimento Interno do Conselho Diretor, que remete ao artigo 154 do estatuto do Flamengo. Os textos proíbem sócios com menos de cinco anos de vida associativa ininterrupta de assumirem vice-presidências administrativas do clube. Como punição, caso sejam constatadas as irregularidades, os dirigentes envolvidos no caso podem ser exonerados dos cargos.

O LANCE!Net entrou em contato com Delair Dumbrosck para saber se já tinha previsão para a instauração do inquérito, mas o presidente do Conselho Deliberativo do Flamengo afirmou estar em reunião e não respondeu sobre o caso. Já a diretoria do clube, por meio da assessoria, disse que não vai se pronunciar.

O QUE DIZ

Regimento Interno do Conselho Diretor
O artigo 4 do Regimento Interno do Conselho Diretor do Flamengo diz que “os vice-presidentes administrativos serão escolhidos entre os sócios que preencham as condições de elegibilidade referida no § III do artigo 154 de nomeação e demissão do presidente”, presente no estatuto do Rubro-Negro. Isto faz com que, de acordo com a denúncia realizada pelo conselheiro Gonçalo Veronese ao Conselho Deliberativo do clube, Wallim Vasconcellos, vice-presidente de futebol, Rodolfo Landim, vice de planejamento, Rafael Strauch, vice de Fla-Gávea e Gustavo Oliveira, vice de comunicação, sejam considerados inaptos a ocuparem os respectivos cargos no Flamengo.

Estatuto do Flamengo
O artigo 154 do estatuto do Flamengo, citado no artigo 4 do Regimento Interno do Conselho Diretor, prevê que “só poderá candidatar-se a qualquer cargo eletivo o sócio, de reconhecida idoneidade moral, que tiver direito a voto nas eleições da Assembleia Geral”. O inciso terceiro deste artigo estatutário prevê que os sócios aptos a assumirem os cargos de vice-presidência administrativa são aqueles que tenham cinco anos de vida associativa ininterrupta, além de terem mais de trinta e cinco anos de idade e apresentarem certidões dos distribuidores cíveis, criminais, interdições e tutelas e da Fazenda Pública, Federal e Estadual.

Fonte: Lancenet


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Conselho-Flamengo-autoriza-investigar-denuncia-VPs.html

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Craques, campeões, recordes: confira números do Brasileirão.











SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Craques-campeoes-recordes-confira-numeros-Brasileirao.html

Flamengo receberá proposta para enfrentar o São Paulo em Natal.









O Flamengo vai se tornando um clube cada vez mais itinerante nesta primeira etapa do Campeonato Brasileiro deste ano, antes mesmo do seu início. Além da estreia confirmada em Brasília, contra o Goiás, domingo, o time já tem outras possibilidades de sair do Rio de Janeiro nas primeiras nove rodadas da competição até a paralisação para a Copa do Mundo.

O confronto com o Bahia, dia 21 de maio, já está praticamente acertado para a Arena da Amazônia, em Manaus. A novidade, no entanto, é a possibilidade de o Rubro-Negro jogar na Arena das Dunas, em Natal, contra o São Paulo, dia 18 de maio. Por enquanto, o confronto está marcado para o Maracanã. No entanto, uma proposta já está a caminho da Gávea para mudar o local. A responsável pela medida deve ser a Fifa, que tem interesse no menor uso possível do Maracanã antes do início da Copa do Mundo.

A Arena das Dunas vem recebendo jogos de América-RN e ABC-RN. O estádio foi inaugurado no dia 26 de janeiro. Neste sábado, será palco da estreia do América-RN na Série B do Campeonato Brasileiro, contra o Avaí.

Outro jogo do Flamengo a ser realizado fora do Rio deve ser o clássico com o Fluminense, dia 11 de maio, em Brasília. No entanto, o jogo é de mando do rival.

Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Flamengo-recebera-proposta-enfrentar-Sao-Paulo-Natal.html

Vídeo: Alecsandro balançando as redes no treino do Flamengo.











SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Video-Alecsandro-balancando-redes-treino-Flamengo.html

Flamengo proíbe entrevistas aos jogadores pelo CQC.









Durante participação no programa "Bate-Bola 1ª Edição", do canal esportivo ESPN Brasil, o repórter do "CQC", Felipe Andreoli, contou sobre as dificuldades do programa na cobertura de futebol e relembrou uma resposta atravessada que levou de Oswaldo de Oliveira, então técnico do São Paulo, atual comandante do Santos, vice-campeão paulista.

Foi no início de carreira, na TV Cultura. "Uma das maiores invertidas que eu tomei foi numa coletiva, quando ele era técnico do São Paulo. Era 'abelha' da TV Cultura e lá, de vídeo repórter, segurando a câmera e perguntei pra ele 'o que faltou para o São Paulo ganhar', e ele falou: 'fazer mais um gol'. Pensei em umas 30 respostas para dar pra ele, mas não consegui. Fiquei quieto", relembrou, aos risos.

O integrante do humorístico da Band também aproveitou a sua participação no programa da ESPN nesta quinta para se defender daqueles que acusam a atração de só dar espaço para o Corinthians.

"A galera fala muito que o 'CQC' só cobre o Corinthians, mas é que a gente não é a Globo, a gente é a Band e não tem dinheiro pra ficar viajando pra fazer jogo do Cruzeiro, do Bahia. Gostaríamos. A gente vai a bastante clube, quando dá, mas tem time... O Flamengo, por exemplo, dificulta a entrada do 'CQC' em qualquer tipo de evento e não deixa a gente fazer as [entrevistas] coletivas. É uma determinação da assessoria do Flamengo", justifica.

Na atração, Andreoli também criticou decisões jurídicas que mudam resultados do futebol, caso do não rebaixamento do Fluminense que, no campo, fez pontuação para cair de divisão. 

"É lamentável esse jogo de 'tapetão' do nosso futebol. A gente tem que esperar quando os caras vão criar uma lei que nos salve desses resultados extra-campo, que [faça com que] só o campo determine quem joga e quem não joga", criticou ele, que se diz torcedor da Portuguesa, clube que passou a ocupar o lugar do time carioca na Segundona após decisão do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva).

"A Portuguesa vacilou, mas é duro time cair sem ser na bola", acrescentou.

Fonte: Ei


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Flamengo-proibe-entrevistas-jogadores-CQC.html

Wallace mira o título do Brasileirão: "O Flamengo nunca é azarão."









O Campeonato Brasileiro começa neste fim de semana com uma sequência de nove rodadas antes da paralisação para a Copa do Mundo. Nesses primeiros jogos, o Flamengo já tem uma meta estipulada de seis vitórias, somando, pelo menos, 18 pontos, para garantir uma boa participação na competição e tranquilidade na temporada.

No ano passado, o time pecou justamente na primeira parte da competição. A primeira vitória aconteceu apenas no quinto jogo, por 3 a 0, sobre o Criciúma. Na mesma sequência inicial de nove rodadas, o time venceu duas vezes e conquistou 10 pontos.

- Vai servir de parâmetro para todas as equipes. Serão 27 pontos e nossa meta é ganhar pelo menos seis jogos. Assim, abrimos uma margem boa. Ano passado, o time sofreu muito. Foram cinco pontos nos cinco primeiros jogos. Muito abaixo da meta que a gente tinha estipulado. Temos a convicção de que vai ser diferente - comentou Wallace.

O primeiro jogo do Flamengo é contra o Goiás, domingo, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Depois de uma queda precoce na Taça Libertadores e do título carioca conquistado aos 46 minutos do segundo tempo, um início arrebatador no Brasileiro se faz necessário.

- Para as nossas pretensões de querer ser campeão tem que começar forte. Se for assim nesses jogos até a parada da Copa as chances são grandes - disse.

O zagueiro confia na possibilidade de o Flamengo brigar pelas primeira posições. Para ele, é preciso manter uma formação como base e torcer para que as lesões não sejam recorrentes como nesse começo de temporada. Ele ainda usou o exemplo do Cruzeiro na Libertadores para explicar a dificuldade de fazer uma análise.

- O Flamengo nunca é azarão. Entra sempre para ser campeão. Por não ter jogadores tão conhecidos, as pessoas fazem uma análise diferente. Mas isso não vale nada. No início da temporada, o Cruzeiro era considerado imbatível e está sofrendo na Libertadores. Há certas limitações este ano, mas com trabalho e empenho podemos ambicionar o título. Com o decorrer dos  jogos, vamos nos tornar um dos favoritos - comentou o jogador.

Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Wallace-mira-titulo-brasileirao-Flamengo-nunca-azarao.html

Vergonha! Goleiro do Flamengo é ameaçado por torcida do Vasco.










A casa de um primo do goleiro Felipe, do Flamengo, amanheceu com pichações e ameaça de morte. Na manhã desta quinta, dia 17 de abril, Diogo Ricardo dos Santos, dono da casa, publicou a imagem em uma rede social, que estava escrito:

"Felipe, seu fdp, vai morrer - FJV".

A descrição final é da principal torcida organizada do Vasco, a Força Jovem, que está proibida de entrar nos estádios.

Após a final entre Vasco e Flamengo no último domingo, em que o rubro-negro empatou a partida, com um gol irregular, e conquistou o Campeonato Carioca, Felipe afirmou que "roubado é mais gostoso".

Fonte: SRZD


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Vergonha-Goleiro-Flamengo-ameacado-torcida-Vasco.html

Flamengo acerta o empréstimo do atacante Arthur, do Londrina.









O Flamengo acertou nesta quinta-feira a contratação do atacante Arthur, de 21 anos, autor de oito gols pelo Londrina na conquista do Campeonato Paranaense deste ano. O jogador marcou três vezes na goleada por 4 a 1 sobre o Atlético-PR na semifinal da competição e chegou a despertar o interesse do Grêmio, o que acabou não se concretizando.

Arhur já passou por Coritiba, Figueirense e Paraná. No ano passado, jogou a Série A pelo Coritiba e a Série B pelo Figueirense, mas não conseguiu se firmar, voltando ao Londrina, onde conseguiu se destacar na disputa do estadual.

O atacante chega ao Flamengo por empréstimo até o fim do ano e o clube tem a opção de comprar 50% dos seus direitos econômicos para ficar em definitivo com o jogador. A previsão é de que chegue ao Rio na terça-feira para ser apresentado como primeiro reforço para o Campeonato Brasileiro.

- Está acertado já. Ele tem contrato com o Londrina até 2016 e vai emprestado ao Flamengo até o fim do ano - disse Sérgio Malucelli, gestor do futebol do Londrina.

No Flamengo, Arthur terá uma dura concorrência. O titular da posição no momento é Alecsandro, autor de 12 gols na temporada, e o técnico Jayme de Almeida ainda tem Hernane, artilheiro do Brasil no ano passado, com 36 gols, que se recupera de uma lesão nas costas.

Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Flamengo-acerta-emprestimo-atacante-Arthur-Londrina.html

Andrés Sanchez defende torcidas organizadas: "90% são do bem."









Andrés Sanchez nunca escondeu que mantém um bom relacionamento com as torcidas organizadas do Corinthians. Durante entrevista ao “Arena SporTV”, o ex-presidente do Timão defendeu os torcedores e pediu mais ações do poder público no tratamento da questão da violência nos estádios.

- Eu recebo todo mundo e tem que receber, porque são seres humanos. Ser recebido por técnico e jogadores, vai do presidente do clube deixar ou não deixar. Tem que usar como exemplo o reflexo da sociedade. Nesse país tem ladrão, assassino, traficante, bandido. Não é só nas torcidas. Quem invadiu o CT não foi a torcida, foram vândalos, animais, bandidos. E se as autoridades conhecem, que prendam. A torcida organizada, 90% são pessoas do bem. Tem 10% ruim, mas tem em toda a sociedade.

Ele lembrou que sempre foi muito próximo aos líderes das organizadas do Corinthians, mas nega que tenha ajudado financeiramente as entidades. A não ser em casos especiais.

- Quando eu dei dinheiro para a torcida organizada, foi público. Coloquei no site (oficial do clube) que Corinthians x Flamengo vai ser para o carnaval da escola, porque era centenário do Corinthians. Se não quer (ajudar a torcida), não compra ingresso e não vá ao jogo. O que o Ministério Público e a polícia fazem? Organizada só na amarela no Pacaembu. Eu vou abrir guichê para vender para quem? Ter custo com catraca, segurança, para quê? Então a torcida organizada fala quantos ingressos quer, depois do jogo vem e paga. Quem não pagar, não pega mais (ingresso adiantado). E, quando tinha um jogo importante ou final de campeonato, se eles iam com 50 ônibus, eu pagava (o aluguel de) 25 ônibus. Não preciso esconder nada. E, se eu quiser dar ingresso de graça para a torcida, posso dar. É um clube privado. Eu dou ingresso para um monte de autoridade que pede, por que não vou dar para o torcedor? Se eu quiser dar ingresso, qual é o problema? Quem tem que me questionar é o conselho do Corinthians, os sócios.

O ex-presidente do Corinthians pediu uma mudança em toda sociedade, mas também nas punições por conta dos brigões.

- Acho que tem que ter uma mudança cultural, social e de educação de todos os torcedores. Mas, nem todos são animais. Se os caras brigam na arquibancada, que culpa tem o clube? Aí vem a punição, ou é portão fechado ou multa, porque eles precisam de dinheiro para manter o sistema. A torcida organizada brigou, eu fui prejudicado, mas não foi ela quem me puniu. Foi a lei que querem impor, que nem lei tem para jogar de portões fechados. Aí fecha portão, manda jogar longe, porque interessa jogar em Brasília, em Manaus. Daqui para a frente então, vocês vão ver o que vai ter de suspensão de mando de jogo para jogar em Brasília, em Manaus, em Cuiabá... Tem câmera nos estádios. Se alguém brigou, a polícia tem que ir lá e prender quem brigou. Por que vai punir o clube? As leis que querem colocar no futebol, se valessem para todo o país, teríamos um país de Primeiro Mundo. Não posso por causa de 200 pessoas, punir 100 mil. A polícia tem que prender os caras - disparou Andrés.

Fonte: SporTV


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/andres-sanchez-defende-torcidas-organizadas-90-sao-bem.html

Flamengo já negocia renovação com a CAIXA.









O Flamengo já deu início às conversas para a renovação do contrato de patrocínio com a Caixa, que atualmente ocupa o espaço master do uniforme rubro-negro. O banco estatal tem o atual vínculo válido até o início do próximo mês e pagou neste primeiro ano de parceria com o clube o valor de R$ 25 milhões.

Na rodada de renegociação, o Flamengo pretende aumentar para até R$ 30 milhões o montante a ser pago pela Caixa. O clube alega estar com uma melhor imagem junto aos patrocinadores por conta de pagar em dia os impostos.

A tendência é a da renovação acontecer sem problema. Porém, o valor do patrocínio destinado ao Flamengo pode permanecer o mesmo. Definições do caso devem ocorrer apenas no início de maio.

Fonte: Lancenet


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Flamengo-ja-negocia-renovacao-CAIXA.html

Chicão cita derrota do Corinthians pelo Tolima como gás ao Mengão.









Ainda no vestiário do Maracanã, um alento. Os jogadores do Flamengo ainda tentavam absorver a dramática eliminação na Libertadores na fase de grupos. Minutos antes, a derrota por 3 a 2 para o Léon diante de 60 mil torcedores deu contornos de tragédia a participação na competição internacional. Entretanto, podia ser pior. E foi pior para Chicão três anos antes. Eliminado ainda na pré-Libertadores pelo Tolima, da Colômbia, quando defendia o Corinthians, o zagueiro pediu a palavra ainda no Maracanã e tentou levar o ânimo dos companheiros. No ano seguinte ao revés, o Timão foi campeão do torneio e, para que isso aconteça também na Gávea, o camisa 3 rubro-negro deu uma "ordem": O Fla precisa ser presença constante na disputa.

- Naquele ano, sofremos muito, doeu muito (a derrota para o Tolima). Estou muito feliz por termos conquistado o título estadual (logo em seguida). Na época no Corinthians, sofri muito, mas demos a volta por cima. Conquistamos o título no ano seguinte, e tive a iniciativa de passar isso para o grupo. É uma experiência ruim. É preciso ter tranquilidade, trabalhar com jeito. O Flamengo é competitivo. Temos que fazer de tudo para voltar à Libertadores. Esse ano não foi como queríamos. Depois do jogo com o León, pela experiência que tenho, falei com o grupo e disse que temos que voltar para Libertadores. Jogando toda hora, uma hora vamos ganhar. Temos que fazer de tudo para conseguir a vaga.

Em 2014, o Rubro-Negro terá novamente dois caminhos para garantir a classificação para Libertadores: o Brasileirão, que começa domingo, contra o Goiás, ou a Copa do Brasil, onde defende o título começando já nas oitavas de final. Participar constantemente da disputa internacional, entretanto, não é novidade para o clube, que esteve em cinco das últimas oito edições. A melhor campanha, por sua vez, foi chegar até as quartas de final, em 2010.

Chicão, por sua vez, quer mais do que a classificação. O zagueiro sonha com o título brasileiro. Apesar da temporada oscilante da equipe, ele acredita que um bom início de competição até a paralisação para Copa do Mundo pode fazer a diferença.

- O Flamengo tem que entrar para brigar por títulos. Não pode só participar. Esse ano tem a parada para Copa novamente. São nove jogos neste começo e é importante dar uma arrancada. Depois, tem a janela, algumas equipes se reforçam e temos que fazer pontos suficientes agora.

O Flamengo estreia no Brasileirão diante do Goiás, domingo, às 18h30m (de Brasília), no Estádio Nacional Mané Garrincha, na Capital Federal. Até a interrupção da competição para o Mundial, o Rubro-Negro tem pela frente ainda Corinthians, Palmeiras, Fluminense, São Paulo, Bahia, Santos, Figueirense e Cruzeiro.

Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Chicao-cita-derrota-Corinthians-Tolima-gas-Mengao.html

Carlos Eduardo já tem data para ser devolvido pelo Flamengo.









O fim da relação Carlos Eduardo e Flamengo está perto do fim. Como o contrato será encerrado no final de maio, o meia será devolvido ao Rubin Kazan, da Rússia. Diretoria e comissão técnica rubro-negra concluíram que, pelo custo/benefício, não valeria a pena um novo empréstimo do jogador ao time europeu. Ontem, ele até participou da atividade na Praia do Recreio, mas há a possibilidade que o adeus seja antecipado. Em menos de 18 meses no clube, ele custou aproximadamente R$ 190 mil por partida.

Com um dos maiores salários do elenco — mais de R$ 500 mil —, a saída de Carlos Eduardo dará um alívio financeiro. No total, o meia terá custado ao Flamengo mais de R$ 9 milhões. No momento em que o clube busca recursos para reverter o prejuízo gerado pela eliminação da Libertadores, a economia na folha salarial é necessária.

Neste período de início do Brasileiro e parada para a Copa do Mundo, o elenco será remodelado. O grupo já não conta com os zagueiros Wellinton, que foi para o Coritiba, e González, para o Unión Española, do Chile.

Já sem ambiente no clube, Carlos Eduardo preferiu não comparecer ao Maracanã e ficou fora da comemoração do título em campo. O meia não estava relacionado para a decisão e não havia qualquer obrigação de ir ao estádio. Seu último jogo foi contra o Bolívar, em La Paz, pela Libertadores, no dia 19 de março.

Contratado no início do ano passado, Carlos Eduardo ganhou a camisa 10 na apresentação, sendo o principal reforço da temporada de 2013. Porém, suas atuações mostraram estar longe do esperado por todos. Os dirigentes admitiram que o meia canhoto, veloz e incisivo em campo dos tempos do Grêmio e do Hoffenheim, viram um jogador de toque de bola e jogo cadenciado. Mesmo assim, muitos deles acreditam que o ritmo ditado por Carlos Eduardo foi fundamental para o Flamengo conquistar a Copa do Brasil.

A torcida, porém, não foi tão condescendente com Carlos Eduardo, que perdeu a posição de titular ainda em 2013. A paciência acabou rapidamente e, desde o ano passado, ele convive com as vaias.

Até o momento, Carlos Eduardo vestiu a camisa rubro-negra 49 vezes, tendo marcado apenas um gol. A única vez que ele balançou as redes foi nas oitavas de final da Copa do Brasil na derrota por 2 a 1 para o Cruzeiro, em Belo Horizonte.

Fonte: O Globo


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Carlos-Eduardo-ja-tem-data-ser-devolvido-Flamengo.html

Mundo Flamengo e protesto nacional.










Mundo Flamengo

Uma intensa negociação entre diretoria, comissão de estatuto e cúpula do Conselho Deliberativo aparou as arestas para a aprovação das emendas estatutárias do Flamengo, na segunda-feira. O principal ponto, que caiu, era o da confidencialidade de certos contratos.

Protesto nacional

Gilvan de Pinho Tavares, presidente do Cruzeiro, busca apoio dos clubes para criar um movimento nacional contra as torcidas organizadas. No fim de 2013, o clube cortou relações com as uniformizadas após a briga entre torcedores no dia da conquista do título do Brasileirão.

Fonte: Lancenet


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/04/Mundo-Flamengo-protesto-nacional.html

Resenha do livro Simplesmente Zico, de Priscila Ulbrich (Editora Contexto)





















            O livro Simplesmente Zico, de Priscila Ulbrich
do blog Donas da Bola reúne depoimentos sobre Zico. Ex-jogadores de futebol, treinadores,  locutores, atletas de outros esportes como
vôlei, basquete e remo, artistas, músicos, jornalistas e torcedores escreveram
textos homenageando o maior jogador da história do Mengão e confirmaram o que
eu já sabia: Zico é unanimidade tanto pelo talento dentro de campo quanto pelas
atitudes fora dele. Rubro-negros ou não, todos elogiam o grande gênio da bola e
a humildade e o caráter de Zico.




            Fiquei
emocionada ao ler os depoimentos de grandes ídolos do Flamengo e companheiros
do Galinho no Mengão como Adílio, Junior, Nunes, Rondinelli, Raul e Vitor, cada
um me revelando uma jogada ou detalhe da vida de Zico que eu desconhecia ou de
que não me recordava.




            Me
identifiquei com a paixão e a emoção de torcedores do Flamengo e de outros
times rivais como Vasco, Flu, Grêmio, Bahia, São Paulo, Atlético-MG e até do
Fenerbahçe ao falarem de Zico e sonharem encontrá-lo pessoalmente, prova de que
a admiração por um grande ídolo está acima da rivalidade clubística e não tem
fronteiras. Só mesmo Zico e a magia do futebol são capazes de tal proeza.



            Jornalistas, treinadores e ídolos do futebol como Tarafel,
Falcão, Roberto Dinamite, do vôlei como Nalbert, Virna e Carlão e do basquete
como Oscar e Paula também deixam depoimentos de muito respeito, amizade e
admiração pelo Galinho nas páginas do livro, revelando as várias facetas do
eterno camisa 10 da Gávea: craque, amigo, treinador, atleta exemplar e o homem
generoso capaz de dar autógrafos aos fãs com paciência e carinho. Um golaço em
homenagem a Zico. Parabenizo a Patrícia Ulbrich e o blog Donas da Bola pela
iniciativa de referenciar nosso grande camisa 10 e a Editora Contexto por
publicar este livro. Parabéns e muito obrigada por tudo, Zicão!



SRN

Fonte: http://flamengoeternamente.blogspot.com/2014/04/resenha-do-livro-simplesmente-zico-de.html

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Jorge Luiz elogia trabalho de Jayme no Flamengo: "Faz diferença"









Curtir

Arquivo do blog

As mais votadas no diHITT

Parceiros

Meus amigos no diHITT