quinta-feira, 18 de setembro de 2014

"Em São Paulo falavam do apito amigo corintiano", diz Luxa.









A vantagem desperdiçada no segundo tempo não deixou Vanderlei Luxemburgo decepcionado no Maracanã. Depois de abrir 2 a 0, o Flamengo permitiu a reação do Palmeiras e deixou o Pacaembu na noite desta quarta-feira com um empate, em partida válida pela 22ª rodada do Brasileirão. A partida novamente foi marcada por erros de arbitragem a favor do Rubro-Negro, mas o técnico preferiu falar do que aconteceu ao longo dos 90 minutos. Apesar de acreditar que sua equipe poderia conquistar a vitória se tivesse mais tempo com um jogador a mais, o treinador retorna para o Rio de Janeiro satisfeito com o resultado.

Velho conhecido do Palmeiras, Luxa ressaltou o poder de reação do adversário no segundo tempo, empurrado pela torcida. O comandante rubro-negro explicou ainda a saída de Victor Cáceres no intervalo. Até então com 100% de aproveitamento com o treinador, o volante paraguaio é figura determinante para o setor defensivo do Fla, que se desestruturou após o gol de Diogo, logo aos dois minutos.

- Eram mais 15 minutos ali e iríamos ganhar de 3 ou 4. Eles fizeram o gol logo de cara e cresceram. Tirei o Caceres, tinha certeza que colocaria o Valdivia em cima dele. Coloquei o Amaral e depois o Luiz Antonio, porque estavam forçando em cima do Léo Moura. Faltou ter mais acerto no contra-ataque. Tinha de sair mais pelo lado do campo. Fizemos um gol pelo lado. Foi um grande resultado. É difícil jogar aqui contra o Palmeiras, mesmo nessa situação. O Palmeiras no segundo tempo buscou o resultado. Faz parte. Tivemos uma boa apresentação. Colocamos a vantagem, poderia ter mais pegada e atenção nos primeiros 15 minutos. Mas levamos e aí ficou mais complicado.

O Palmeiras questionou o toque de mão de Eduardo da Silva no gol de Alecsandro e também um pênalti de João Paulo em Henrique, no fim do primeiro tempo. Contra o Corinthians, no domingo, o Flamengo já tinha sido beneficiado com o gol em impedimento de Wallace, mas Luxemburgo tratou de rechaçar favorecimento ao seu time.

- Aqui em São Paulo falavam em apito amigo corintiano e vai pegando. Daqui a pouco vai pegando. O erro acontece, mas não para privilegiar ninguém ou Flamengo. Acontece pela qualidade dos árbitros.

  Com 29 pontos, o Flamengo é o décimo colocado no Brasileirão e encara o Fluminense, domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã.


Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/09/Em-Sao-Paulo-falavam-apito-amigo-corintiano-diz-Luxa.html

Luxemburgo valoriza empate: "Um grande resultado."









O técnico Vanderlei Luxemburgo aprovou o empate do Flamengo por 2 a 2 com o Palmeiras, nesta quarta-feira, no Pacaembu. O comandante reconheceu a queda de rendimento na segunda etapa, mas não deixou de elogiar o ponto conquistado fora de casa.

"Faltou acertar o contragolpe. Saímos muito por dentro. Insistimos de forma desnecessária. Mesmo assim foi um grande resultado. O Palmeiras veio para cima e tivemos dificuldades no segundo tempo", afirmou.

"Fizemos algumas mudanças ao observar o adversário. É lógico que poderíamos ter conquistado a vitória, porém, o Palmeiras mereceu o empate. Deveríamos ter um pouco mais de pegada, mas levamos um ponto", completou.

Com 29 pontos, o Rubro-negro segue na 10ª colocação do Campeonato Brasileiro. A distância para a zona do rebaixamento é de sete pontos. Entretanto, Luxemburgo mantém o discurso em torno da prioridade no ano. No domingo, o time enfrenta o Fluminense, às 16h, no Maracanã.

"Acho que o Flamengo é muito grande, mas considero que o nosso campeonato é não cair e sair da confusão. Se acontecer alguma coisa para frente, é lucro", encerrou.


Fonte: UOL


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/09/Luxemburgo-valoriza-empate-grande-resultado.html

Atuações: Canteros e Alecsandro são os destaques do Fla.










PAULO VICTOR - GOLEIRO
Não teve culpa nos gols, mas por pouco não se atrapalhou e tomou um frango logo após o primeiro gol do Palmeiras.
Nota: 5,0

LÉO MOURA - LATERAL-DIREITO
Não apareceu tanto na frente. O Flamengo jogou bem pelo lado direito, mas ele ficou muito preso na defesa, e poderia ter aproveitado a fragilidade do Palmeiras.
Nota: 5,5

CHICÃO - ZAGUEIRO
Foi bem, fez um bom primeiro tempo. As poucas jogadas criadas pelo Palmeiras por ali, ele evitou. E é muito comunicativo, ajuda a organizar a defesa.
Nota: 6,5

WALLACE - ZAGUEIRO
Vai com ímpeto, às vezes, exagerado. No primeiro gol, por exemplo, poderia ter acompanhado melhor Diogo.
Nota: 5,5

JOÃO PAULO - LATERAL-ESQUERDO
Foi uma boa válvula de escape pelo seu setor. No segundo tempo, até pela reação do Palmeiras, ficou mais preso na defesa.
Nota: 6,0

VICTOR CÁCERES - VOLANTE
Foi bem na marcação no primeiro tempo. Quando ele teve espaço, acabou ficando muito preso e poderia ter avançado com time.
Nota: 6,0

AMARAL - VOLANTE
Tentou reforçar a marcação quando a equipe ainda vencia o jogo. Conseguiu segurar Allione, mas ainda deixou Valdivia com muito espaço.
Nota: 6,0

MÁRCIO ARAÚJO - VOLANTE
Muito discreto. Teve pouco trabalho na primeira etapa, e no segundo tempo acabou se omitindo um pouco na marcação, quando o Palmeiras pressionava.
Nota: 5,5

ELTON - ATACANTE
Entrou com o jogo empatado para reforçar o ataque em busca da vitória. Não conseguiu acrescentar muito.
Nota: 5,5

CANTEROS - VOLANTE
Apareceu para o jogo, foi bem na criação. E, com presença no ataque, pressionou Juninho e foi bem para marcar o primeiro gol do Flamengo.
Nota: 7,5

EVERTON - MEIA
Deu um bom ritmo na primeira etapa, imprimindo velocidade. Poderia jogar mais próximo aos atacantes. Faltou finalizar melhor as jogadas.
Nota: 6,0

EDUARDO DA SILVA - ATACANTE
Apareceu bem na frente, principalmente no primeiro tempo. Mostrou tranquilidade ao servir Alecsandro no segundo gol da equipe.
Nota: 7,0

LUIZ ANTONIO - VOLANTE
Tentou reforçar a marcação no meio-campo. No entanto, não conseguiu cumprir o que lhe foi pedido, que seria impedir a força de reação do Palmeiras.
Nota: 5,5

ALECSANDRO - ATACANTE
Além de ter feito o gol, com oportunismo e inteligência, ainda acertou um belo chute na trave. Se mostrou versátil para o time.
Nota: 7,5


Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/09/Atuacoes-Canteros-Alecsandro-destaques-Fla.html

"Saímos daqui com um gosto amargo", diz Wallace.









O Flamengo abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas permitiu o empate do Palmeiras na etapa final e saiu de campo lamentando o 2 a 2, nesta quarta-feira à noite, no Pacaembu, em São Paulo. Nem mesmo com a expulsão Valdivia, que pisou em Amaral e deixou os paulistas com 10 em campo aos 36 minutos da etapa final, o time não conseguiu vencer. Canteros e Alecsandro fizeram para o Fla, e Diogo e Victor Luis marcaram para o Verdão.

Após o jogo, todos os flamenguistas lamentaram a chance perdida de sair vitorioso fora de casa. O zagueiro Wallace resumiu o sentimento do time Rubro-Negro, citando, inclusive, a classificação das equipes na tabela. O Fla agora tem 31 pontos, na 10ª posição, e o Palmeiras soma 22 pontos, no 18º lugar.

- Lamentamos, porque tínhamos a chance de fazer o terceiro, no primeiro e segundo tempo. Saímos daqui com um gosto amargo. Era a chance de matar eles, pela situação dos dois times na tabela. Mas dos males, o menor (o empate) - disse Wallace.

Depois de empatar com o Palmeiras, o Flamengo começa a voltar suas atenções para o clássico contra o Fluminense, domingo, às 16h, no Maracanã.


Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/09/Saimos-daqui-gosto-amargo-diz-Wallace.html