sábado, 17 de maio de 2014

Ney corrige falhas e mostra partidas do SPFC em vídeo.









A manhã de sábado no Flamengo foi de bastante movimentação no Ninho do Urubu. Em um treino fechado à imprensa, que demorou cerca de duas horas, Ney Franco apresentou um vídeotape com lances de gols sofridos e convertidos pelo Rubro-Negro, além de jogadas do São Paulo, adversário deste domingo, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Além dos vídeos, o treinador comandou um treino técnico priorizando as bolas paradas, que vem sendo motivo de preocupação para o sistema defensivo rubro-negro.

Treinos fechados serão um costume do treinador nos sábados, porém, de acordo com o zagueiro Samir, garantiu que o time que entra em campo neste domingo é o mesmo que treinou na última sexta-feira.

Com isso, os prováveis titulares de Ney Franco que encaram o São Paulo neste domingo são: Felipe; Léo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Luiz Antonio, Márcio Araújo, Paulinho e Everton; Alecsandro e Hernane.

Confira os relacionados para o jogo de domingo:

Goleiros: Felipe, Paulo Vicor
Zagueiros: Samir, Wallace e Marcelo
Laterais: Léo Moura, André Santos e João Paulo
Volantes: Luiz Antonio, Márcio Araújo, Cáceres e Amaral
Meias: Everton, Paulinho, Elano e Mugni
Atacantes: Hernane, Alecsandro, Arthur e Negueba

Fonte: Lancenet


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Ney-corrige-falhas-mostra-partidas-SPFC-video.html

Bahia ganha dois reforços para confronto contra o Flamengo.









O técnico Marquinhos Santos teve duas boas notícias no treino do Bahia na manhã deste sábado. Recuperados de lesões, Guilherme Santos e Hélder participaram normalmente do trabalho tático comandado pelo treinador. Os dois ficam à disposição para o jogo de quarta-feira, contra o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro.

O Bahia não jogará neste fim de semana porque a partida contra o Sport foi adiada para o dia 4 de junho. O duelo, que acontecerá em Pernambuco, teve de ser remarcado por causa da greve da polícia militar do estado.

Apesar do retorno de dois jogadores, Marquinhos Santos teve ainda uma série de problemas. Roniery, Diego Macedo, Pittoni, Lincoln e Rhayner ficaram no departamento médico, fazendo tratamento e fisioterapia. Omar e Galhardo treinaram na academia do clube.

Para o jogo contra o Flamengo, o treinador terá ainda outros dois desfalques. Uelliton, expulso no Ba-Vi, cumprirá a suspensão automática. Já Rafinha, que foi emprestado pelo clube carioca, não poderá jogar por questões contratuais.
Após a atividade, os jogadores do Bahia foram liberados. Os atletas terão folga neste domingo e só retornam aos treinamentos na tarde de segunda-feira.

Fonte: Futebol Bahiano


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Bahia-ganha-dois-reforcos-para-confronto-contra-Flamengo.html

Quando um time vai mal, troque um técnico no Nacional.









É angustiante como se troca de técnico no Brasil! A cartolagem parece viciada na estratégia única de, no mínimo aperto, chutar o traseiro de um e contratar outro. Quem já não ouviu aquela surrada frase, estúpida como muitas que circulam impensadas no futebol, de que é mais fácil trocar o comandante que o elenco inteiro? Como se treinadores fossem milagreiros, chutassem faltas, driblassem e, delírio dos delírios, fossem capazes de com palavras transformar pernas de pau em craques, goleiros fracos em muros intransponíveis e por aí vai. Do razoável, a mentalidade aqui passa a léguas de distância.

A ciranda é tamanha que é muito comum o novo técnico ser um velho conhecido, que em outro momento não serviu para esse mesmo clube, foi despachado, e agora é a solução. O argumento pode ser o “novo” momento do profissional, o que seria convincente no varejo, não no atacado, já que poucos técnicos parecem dispostos a se modernizar em nossas terras. Desespero é a etiqueta que deveria vir colada na testa dos presidentes dos clubes tupiniquins. De maneira geral, recorrem ao expediente único que joga para a torcida, dá falsa resposta e não resolve nada.

A supervalorização dos técnicos no Brasil é um fato insofismável. As vitórias e derrotas são mais imputadas a eles que aos jogadores. Basta ver os contextos de suas demissões. Sempre se encontra uma ação, ou passividade, para atribuir ao comandante culpa que nitidamente é do atleta ou, então, do jogo, que teima em ter um vencedor no final (ainda bem!). Jayme de Almeida foi defenestrado do Flamengo por quê? Conquistou a Copa do Brasil e o Carioca, foi eliminado da Libertadores e o time titubeava no começo do Brasileiro. É suficiente? Parece mais é força do vício mesmo, gestão de caminho único. Roubando triste lema do nosso futebol em tempos de ditadura: “Quando o time vai mal troque um técnico no nacional.”

Não importa que seja começo de competição, que os serviços prestados pelo profissional tenham sido satisfatórios e que as limitações do elenco sejam evidentes. Não chamar isso de amadorismo é queimar dicionários. Técnico é importantíssimo, mas sem tempo para trabalhar, com a instabilidade que predomina no Brasil, não produz. Arriscaria dizer que parte considerável da responsabilidade pela draga que está nosso futebol local, com jogos domésticos que servem como sonífero para os pobres insones, deve-se à falta de tempo para trabalhar. Imaginem se Andrés Sanchez (elogie-se o que é elogiável) tivesse mandado Tite para a rua quando da histórica eliminação do Corinthians para o Tolima em fase prévia da Libertadores? Não teríamos a oportunidade de conferir o melhor trabalho em muitos anos em nossas cercas. E o tal do Adenor teria permanecido em um injusto limbo, sem que soubéssemos de que ainda podia montar um time, com uma filosofia aplicada depois de exaustivos treinos e paciência da direção.

Enquanto a solução simplista for mexer no comando será fácil saber o porquê nosso futebol é mal gerido.

Fonte: Futebol e Ficção - Lancenet


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Quando-um-time-vai-mal-troque-tecnico-Nacional.html

Ney chega a mil no Flamengo e trabalha detalhes para estréia.









Trabalho, trabalho e mais trabalho. Nesta sábado, o treinador não deu moleza para o elenco e tratou dos mínimos detalhes para sua estreia, domingo, diante do São Paulo, no Maracanã. Em longa atividade fechada para imprensa, no Ninho do Urubu, o treinador exibiu vídeos a respeito do rival, orientou o posicionamento do time em campo e trabalhou exaustivamente bola parada, que tem sido o ponto fraco do setor defensivo - contra Fluminense, Corinthians, Vasco e Léon a equipe sofreu gol desta maneira.

Sem mistérios, o comandante rubro-negro manteve a escalação do trabalho tático da véspera, com Felipe, Léo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Márcio Araújo, Luiz Antonio, Everton e Paulinho; Hernane e Alecsandro. O treino chamou a atenção pela intensidade para uma véspera de jogo. Normalmente, os sábados são reservados para atividades táticas rápidas e um recreativo, o que não aconteceu desta vez.

Preocupado com todos os detalhes para seu reencontro com a torcida do Flamengo e também com o São Paulo, clube que dirigiu entre 2012 e 2013 e saiu criticado pelo goleiro Rogério Ceni, Ney Franco promoveu uma espécie de "aulão" a respeito do rival. Com vídeos editados pelo analista de desempenho Rafael Vieira, o treinador esmiuçou as características do time de Pato, Ganso e Luís Fabiano. Em seguida, trocou a teoria pela prática e organizou a equipe em campo. Por fim, um longo treinamento envolvendo jogadas de bolas paradas.

Com quatro pontos, o Flamengo é o 16º colocado no Brasileirão, e encara o São Paulo, domingo, às 16h (de Brasília), pela quinta rodada.

Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Ney-chega-mil-Flamengo-trabalha-detalhes-estreia.html

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Marluci Martins repudia 'fantasiosa austeridade' no Flamengo.









Uma nota publicada no site oficial do Flamengo nesta sexta-feira deturpou o conteúdo de duas matérias publicadas neste blog e no Jornal Extra nos dias 13 e 16 de maio - 'Flamengo gastou, em dois meses, mais de R$ 16 mil em conta de telefone celular' e 'Copa do Mundo e vazamentos aumentam conta de água do Flamengo: mais de R$ 1,8 milhão só este ano'.

Talvez por absoluta falta de argumento para contestar a apuração sobre os gastos exorbitantes de uma diretoria que ainda tenta vestir a fantasia da austeridade, a assessoria de imprensa do clube cometeu um atentado ao jornalismo: adulterou o teor de duas matérias bem fundamentadas para fazer correções em cima de erros não cometidos.

Abaixo, as observações equivocadas da nota oficial do Flamengo, com as devidas retificações deste blog.

1) Na coluna Extracampo desta sexta-feira, a jornalista Marluci Martins apresenta, mais uma vez, informações distorcidas acerca da administração do Clube de Regatas do Flamengo. Desta vez, quando escreve sobre os gastos com água e telefonia de nosso clube, afirmando que ATUALMENTE TEMOS UM GASTO SUPERIOR AO DO ANO DE 2012.

Extracampo: Mentira. Em nenhum momento a jornalista afirmou que o gasto de água ou telefone no Flamengo é superior ao do ano de 2012.

2) A matéria ainda levantou a conta de água de todas as propriedades do clube e se referiu à mesma COMO SE FOSSE APENAS DA SEDE SOCIAL.

Extracampo: Mentira. A matéria explica que o consumo foi compartilhado entre a sede da Gávea, o Ninho do Urubu e a mansão de São Conrado. Está lá no texto. Basta saber ler.

3) Sobre as contas de celular: 1 - A matéria afirma que a DIRETORIA AUMENTOU os gastos com celulares sem qualquer parâmetro de comparação.

Extracampo: Mentira. A matéria em nenhum momento afirma que a diretoria aumentou os gastos com celulares. Apenas revela o gasto de R$ 16.609,95 em dois meses com ligações. E chama a atenção para o fato de o presidente Bandeira de Mello ter criticado sua antecessora, baseando-se numa auditoria que apontava o gasto de até R$ 8 mil/mês em contas de celulares usados por funcionários e dirigentes no passado.

4) O Flamengo não entende qual a razão de se publicar extratos de contas de água retirados de dentro do clube. Muito menos o porquê desta publicação ser DISTORCIDA, tentando criar uma imagem negativa para o clube.

Extracampo: Mentira. Os extratos das contas de água do clube não tiveram seus dados distorcidos, continuam em poder da jornalista e foram passados à própria assessoria por telefone, na última quinta-feira. Após consultar o diretor de comunicação Felipe Bruno, o assessor do Flamengo Diogo Aída não somente confirmou o aumento do consumo, como esmiuçou-o em percentuais, da seguinte forma:

30% - Para receber a seleção da Holanda, que treinará na Gávea, o gramado está em reforma e, por isso, precisa ser irrigado;

20% - Após um monitoramento recente, foram descobertos novos vazamentos nas dependências de sua sede;

30% - As torneiras dos chuveiros abertas pelos sócios devido ao forte calor entre dezembro e março.

Este blog e a jornalista por ele responsável repudiam as isoladas tentativas de detração sofridas por quem apura com isenção e, acima de tudo, respeito ao Flamengo e a qualquer instituição.

Fonte: Blog da Marluci Martins


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Marluci-martins-repudia-fantasiosa-austeridade-Flamengo.html

Copa e vazamentos aumentam conta de água do Flamengo.









Com apenas uma vitória, um empate e duas derrotas no Campeonato Brasileiro, o Flamengo tem aproveitamento econômico na tabela da competição. Porém, é esbanjador quando transforma o dinheiro em água. Somente este ano, o clube já gastou R$ 1.829.761,45 junto à Cedae.

O Jogo Extra teve acesso a documento que comprova a exorbitante despesa do Flamengo em pagamentos referentes ao consumo de água. Somente no mês passado, o clube desembolsou R$ 480.465,38, gasto compartilhado entre a sede da Gávea, o Ninho do Urubu e a mansão de São Conrado, antiga concentração dos profissionais.

Consultada, a assessoria de imprensa do clube confirmou ontem a alta despesa, fazendo a estimativa de um aumento de 80% nestes primeiros meses do ano. Desse percentual, até a Copa do Mundo tem sua parcela de contribuição: para receber a seleção da Holanda, que treinará na Gávea, o gramado está em reforma e, por isso, precisa ser irrigado, o que aumenta em 30% o consumo de água.

A notícia da demissão de Jayme de Almeida, passada à imprensa antes que o técnico fosse avisado, não foi o único vazamento no Flamengo. O clube revelou que, após um monitoramento recente, foram descobertos novos vazamentos nas dependências de sua sede. O que provoca mais 20% de aumento nos gastos. E, por fim, os 30% restantes que saem pelo ralo, aumentando o consumo, são referentes às torneiras dos chuveiros abertas pelos sócios devido ao forte calor entre dezembro e março.

As torneiras de abril não foram as que mais fizeram vazar o dinheiro do cofre rubro-negro em 2014. Em março, a despesa do clube correspondeu a uma enxurrada: R$ 555.241,04. O mês de janeiro foi o de menos gasto: R$ 383.801,29. Uma despesa que, em fevereiro, cresceu para R$ 410.253,74.

O curioso é que, em fevereiro do ano passado, numa nota oficial publicada no site oficial do Flamengo, a diretoria informou que estava interditando a piscina olímpica para obras devido a um vazamento que representava a perda de 6,5 mil litros de água por dia. Tal problema estaria "elevando a conta para mais de meio milhão de reais por mês".

Hoje, a piscina olímpica continua interditada e vazia. Mas, mesmo assim, a torneira do cofre ainda pinga sem parar.

Fonte: Blog da Marluci Martins


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Copa-vazamentos-aumentam-conta-agua-Flamengo.html

É necessária uma 'oposição' que vise os interesses do Fla.









Desde que me entendo como gente o sonho de todo flamenguista era que as modalidades olímpicas tivessem patrocínio próprio pra não depender do futebol.

Vejam que ironia. A Sky fez um patrocínio pontual pro time de Basket, beleza? Gostou? Tudo certo? Errado...

E num é que tem umas “malas” contra esse patrocinio. Sim, são os mesmos... Aqueelas “moscas” que ficam rodando ali com gasolina na mão pra tocar fogo no Flamengo.

Essas mesmas “moscas” aprovaram com louvou quando o Jorjão (Jorge Rodrigues), Grande Benemérito e Vice-Presidente do Flamengo na gestão passada patrocinou o Clube (acho que era Triunfo Logística), lembram?

Agora são contra. Cumé que é? Quando vocês eram “situação” podia, agora são “oposição” não pode, é isso?

Ah, vão chupar um prego caralho. Deixem o Flamengo respirar porra.

Ridículo, patético. Eu to com muita raiva desse treco. Só notícia ruim. Só merda. Só jogando meu clube pra baixo.

Qual o empresário sério que quer patrocinar o Flamengo? Só doido. Por um lado tem um retorno de mídia fantástico, mas por outro vê sua empresa chafurdada na lama toda hora por culpa da irresponsabilidade de uns. Puta que pariu.

É louvável e importante esse patrocínio. Li até que é pontual. Deveria ser anual. O Flamengo precisa ser auto-sustentável nos seus esportes olímpicos e não depender da verba do futebol. Meu muito OBRIGADO para quem fez esse belo gol.

Pra “oposição”. Juízo, senhores. Juízo. É necessária e importante uma “oposição” responsável, sadia, mas que vise estritamente OS INTERESSES DO FLAMENGO.

Por favor, deixem algum legado ao Clube. Se momentaneamente suas iniciativas não são nada “republicanas” porque só visam a retomada do poder a qualquer preço, a qualquer custo, pelo menos pensem no futuro do clube, para que seus filhos e netos num futuro próximo possam ter algum tipo de orgulho do senhores. Juízo.

Por Francisco Moraes


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/E-necessaria-oposicao-vise-interesses-Fla.html

Foto: a nova camisa de goleiro do Flamengo.











SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Foto-nova-camisa-goleiro-Flamengo.html

Vídeo: Mauro detona participação dos brasileiros na Libertadores.











SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Video-mauro-detona-participacao-brasileiros-Libertadores.html

Cadu ganha elogios dos colegas em despedida no Flamengo.









Enquanto os jogadores do Flamengo treinavam nesta quinta-feira, o meia Carlos Eduardo compareceu ao CT do Ninho do Urubu, mas desta vez para se despedir dos companheiros. O jogador, que tinha empréstimo com o time carioca até julho deste ano, entrou em acordo com os dirigentes e deixa o clube antes do combinado.

Carlos Eduardo atuou pelo Flamengo por quase um ano e meio, mas seu futebol foi muito contestado durante toda a sua passagem pelo clube. No ano passado chegou a se destacar na reta final do título da Copa do Brasil, mas voltou a cair de produção em 2014, e perdeu espaço no time e agora deve retornar ao Rubim Kazam, da Rússia, clube que detém seu passe.

Apesar da relação ruim com a torcida, Carlos Eduardo cativou os jogadores, que se entristeceram com sua saída.

"O Cadu é um excelente profissional, excelente pessoa, grande amigo. Veio se despedir, tem muito o meu respeito e é um cara com uma qualidade enorme, é só olhar o currículo dele. Se não deu certo aqui, tenho certeza que na frente dará", disse o lateral-esquerdo André Santos.

Fonte: Estadão


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Cadu-ganha-elogios-colegas-despedida-Flamengo.html

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Jayme é encarado como passado no Flamengo: "A vida segue."









Se a demissão de Jayme de Almeida, na última segunda-feira, gerou uma grande discórdia no Flamengo, e deu início ao turbilhão político vivido no clube, para os jogadores a saída do antigo treinador já é encarada como passado. Para André Santos, um dos líderes do elenco, Jayme fez um excelente trabalho, porém, enalteceu a chegada de Ney Franco.

- Todos nós respeitamos a saída do Jayme, foi um excelente profissional, um cara que trabalhou bastante aqui e cumpriu o seu papel, mas agora chegou outro profissional que é o Ney. Vida que segue. O Grupo tem que se fechar, como já fizemos anteriormente, ser sempre coeso aqui dentro, um grupo que sempre se respeitou e nunca teve problemas fora de campo e também acho que é um grupo firme. Por isso acho que vamos nos fechar também com a chegada do Ney e fazer um grande trabalho junto com ele - comentou o lateral.

O jogador, entretanto, adotou o mesmo discurso quando Jayme assumiu a equipe após a saída de Mano Menezes do comando do Flamengo, no fim no ano passado.

Fonte: Lancenet


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Jayme-encarado-passado-Flamengo-vida-segue.html

Léo Moura abrirá sua oitava Escolinha de Futebol.










Léo Moura tem um compromisso marcado com os moradores do município de Macuco, na Região Serrana do Rio, nesta sexta-feira, às 13h. O lateral do Flamengo vai inaugurar sua primeira escolinha de futebol na região, com o objetivo de dar mais oportunidades aos jovens através do esporte. A iniciativa é fruto de uma parceria entre a prefeitura da cidade e o próprio atleta. O projeto pretende atender cerca de 500 jovens, com idade entre 7 e 17 anos.

Essa será a oitava Escolinha de Futebol do Léo Moura inaugurada em todo o estado - as outras ficam em Angra dos Reis (três núcleos), Barra do Piraí, Paraíba do Sul, Saquarema e Rio de Janeiro - Rocinha, Vila Kennedy e Campo Grande. O objetivo principal desse projeto é incentivar a prática do esporte em áreas carentes.

As inscrições dos novos alunos serão feitas no Estádio Municipal Dr. Mário Freire Martins – Rua Francisco Lopes Martins, 649, no Centro de Macuco, durante a semana, com um dos professores da escolinha. Os interessados deverão apresentar um comprovante de escolaridade e um atestado médico que os habilite para a prática esportiva. O espaço funcionará de segunda à sexta, das 8h às 17h.

Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Leo-Moura-abrira-sua-oitava-Escolinha-Futebol.html

André Santos é só elogios a Ney Franco: "Organiza, cobra..."









Nesta quinta-feira, Ney Franco comandou um longo trabalho tático, de mais de duas horas. Na atividade, não se privou de conversar com os jogadores e trocar bastante as peças. Postura que agradou André.

- O Ney é aberto ao diálogo, conversa bastante. Para (o treino), organiza, cobra. Então, dá para entender bem o que quer passar para você fazer o bem para equipe. Ele quer muita atenção e disposição. Cobrou muito isso para marcarmos bem as equipes adversárias.

E se a marcação é uma das preocupações do novo treinador, André Santos já sabe quem merece atenção especial no próximo adversário. Ex-companheiro de seleção brasileira, Luis Fabiano é visto pelo lateral como uma das principais peças do São Paulo.

- Temos que ser inteligentes. É um cara que tem faro de gol, gosta muito de usar o corpo, e é preciso ter atenção para neutralizar a principal jogada do São Paulo: a bola metida para o Luís Fabiano.

Flamengo e São Paulo se enfrentam no domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã, pela quinta rodada do Brasileirão. Com quatro pontos, o Rubro-Negro é somente o 16º colocado na tabela.

Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Andre-Santos-so-elogios-Ney-Franco-Organiza-cobra.html

Carta de apoio a atual gestão do Flamengo.









Ainda lembro bem da matéria exibida na televisão, na noite em que a Chapa Azul, liderada pelo senhor, venceu as eleições de 2012 do Clube de Regatas do Flamengo. Ao fim da tradicional comemoração pela vitória no pleito, um ainda (e pela última vez) desconhecido Eduardo, então eleito presidente de uma Nação de 40 milhões de apaixonados, caminhava solitário para retornar ao seu lar. Talvez já imaginando tudo que viria pela frente e já sentindo o peso que a nova função exigiria.

O que talvez o senhor não tivesse se dado conta é que, a partir daquele momento, já levava a esperança de 40 milhões de rubro-negros em dias muito melhores para o Flamengo. Uma esperança aquecida por muitos momentos de sofrimento. Essa esperança se nutria, a cada dia, por todas as promessas e projeções que a Chapa Azul trazia em sua campanha. Eu, um desses 40 milhões, abri um sorriso e pensei comigo mesmo: O Flamengo, meu grande amor, finalmente trilhará o caminho de volta ao sucesso, tanto nos gramados, quadras, ginásios e piscinas, como na vida política e financeira.

Nunca, em nenhum momento, acreditei que trilhar o caminho de volta ao sucesso seria fácil. Nunca imaginei que o senhor assumiria em um dia e levaria o Flamengo à final do Mundial de Clubes na manhã seguinte, ou que arrumaria recursos financeiros e patrocinadores para se livrar de quaisquer dívidas que existissem. Por mais que o discurso de campanha fosse bastante otimista (como precisa ser), nunca imaginei que seria fácil. Muitos torcedores podem ter criado expectativas exageradas em relação às soluções que o Flamengo necessita por desconhecimento natural do tamanho dos problemas que se tem na Gávea. Mas eu não fui um deles.

Talvez por entender que o processo de reconstrução demanda tempo e não é lapidado a perfeição, estou muito satisfeito com tudo que mudamos até aqui. Temos a camisa mais valiosa do país em patrocínios, conseguimos renegociar dívidas, obter certidões e pagar impostos, conseguimos dois títulos importantes (Copa do Brasil e Carioca), caminhamos para a auto-sustentação de alguns esportes olímpicos, projetamos a finalização da construção do centro de treinamento e fomos considerados o clube mais transparente do Brasil.

Ao mesmo tempo, o preço dos ingressos está caro, o acordo com o Maracanã ainda não é o ideal, a comunicação do Flamengo com a Nação e com a imprensa está muito ruim, o time de futebol ainda não tem grandes ídolos, a Gávea ainda carece de maiores cuidados físicos e ainda existem dificuldades absurdas com problemas até certo ponto simples de serem resolvidos, como a demissão de um treinador.

O centro da questão é que o senhor e seus vice-presidentes não acertariam sempre e em tudo. Errar é humano, desde que com a intenção de acertar. O senhor, o Bap, o Wallin, o Tostes e os demais podem e vão errar. Por mais que a Nação, esperançosa, achasse que os senhores fossem super-heróis, os senhores não são. Talvez (cabe aqui uma critica construtiva), os senhores devam analisar melhor os erros para aumentar ainda mais os acertos. Mas ainda assim errarão.

Somente uma coisa deve ser sempre lembrada: Até agora, o índice de acertos e evolução dessa gestão é infinitamente superior à anterior, e melhor que todas às anteriores. Nem mesmo as críticas (algumas desproporcionais, outras corretas) que a imprensa tem feito à gestão atual, nem mesmo os ataques gerados pela oposição, podem apagar esse legado. E a tal imprensa noticia que o senhor, logo o senhor, está pensando em nos abandonar, em nos deixar novamente sem esperanças.

Eu não tenho procuração para falar pelos 40 milhões que apoiam o Mengão, mas saiba, Sr. Eduardo, que eu agradeço muito a você e aos seus por tudo que tem acontecido na Gávea. Sei que não deve ser fácil para o senhor e para a sua família. Sei das ameaças que seu filho sofreu e das pressões que o senhor e seus familiares devem ter que aguentar todos os dias. Mas o senhor, firme e forte em nosso comando, é fundamental para a continuidade do caminhar na tal trilha que falei lá em cima. Não existe vitória sem sacrifício. Nesse caso, o sacrifício é imenso, mas a glória da vitória (que não tardará) imortalizará o senhor nos corações rubro-negros.

Saudações Rubro-Negras

Felipe Foureaux

Fonte: Falando de Flamengo


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Carta-apoio-atual-gestao-Flamengo.html

O Brasil na Libertadores 2014 resumido em uma imagem:














A montagem é tosca, sim. Pra combinar com o nível do futebol apresentado.

















SRN

Fonte: http://flamengoeternamente.blogspot.com/2014/05/o-brasil-na-libertadores-2014-resumido.html

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Ney Franco volta ao Flamengo orgulhoso do Ninho do Urubu.









Quase oito anos depois, Ney Franco pisou mais uma vez no Ninho do Urubu. E não escondeu, no fundo, um sentimento de orgulho. Afinal, foi justamente ele, às vésperas da final da Copa do Brasil de 2066, que decidiu levar a equipe para treinar no CT, em Vargem Grande, a quilômetros de distância da Gávea. De início, ele enfrentou resistências.

Mas os resultados, claro, ajudaram. Na ocasião, ele conseguiu surpreender o Vasco com a escalação de três zagueiros, ensaiada no Ninho do Urubu. O Flamengo acabou campeão da Copa do Brasil e, a partir dali, o Ninho do Urubu ganhou força. De lá para cá, quase todos os outros técnicos passaram a utilizar o CT, até que os treinamentos passaram a sempre fora do sempre conturbado ambiente da Gávea.

"Para mim é muito legal voltar ao Ninho do Urubu. Acho que fui o primeiro treinador a utilizar o Ninho e num momento muito legal. A gente usou e através do trabalho que a gente fez aqui a nossa equipe deu uma alavancada para a final contra o Vasco. A gente trabalhava na Gávea. Era um campo só, você tinha dificuldades para desenvolver o trabalho às vezes. Quando vim aqui na primeira vez vi um potencial enorme", afirmou Ney Franco.

Desde então, o Flamengo luta para terminar a obra e deixar o CT equiparado ao de grandes equipes de futebol mundial. O projeto avançou quando Vanderlei Luxemburgo assumiu o clube, no fim de 2010. A partir daí, mais pontos de iluminação foram instalados, contêineres instalados para utilização do departamento de futebol. Depois do projeto dos tijolinhos, com ajuda dos torcedores, as obras andaram, mas agora estão paralisadas desde 2012. O clube espera retomá-las até o fim deste mês.

"Na época tinha muita resistência. Pela casa, pela Gávea, por vários motivos. Fico feliz hoje de saber que após essa passagem todos os treinadores começaram a utilizar. Foi o pontapé para o clube direcionar. Falta muita coisa, mas fico orgulhoso de voltar aqui", completou Ney.

Para finalizar o módulo profissional, com 24 suítes e toda estrutura, o clube precisa de R$ 12 milhões. O prazo será de oito meses. No reinício da obra, estima-se que 60% do valor já seja garantido.

Fonte: ESPN


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Ney-Franco-volta-Flamengo-orgulhoso-Ninho-do-Urubu.html

Fluminense contrata zagueiro revelado pelo Flamengo.









Ciente da fragilidade do setor defensivo de sua equipe, a diretoria do Fluminense movimentou o mercado nesta semana e selou a contratação de dois zagueiros. Depois de acertar com Henrique, que estava no Bordeaux, nesta terça-feira, também chegou ao acordo com Fabrício, defensor que já passou por Vitória, Palmeiras e Flamengo.

A contratação foi definida nesta quarta-feira, quando o clube carioca aceitou o empréstimo até o fim do ano. Com a confirmação do vínculo, o Fluminense tem a opção de renovação do empréstimo ou da compra de 50% dos direitos econômicos do jogador, que foi bem avaliado pelo treinador Cristóvão Borges.

Depois de acertar verbalmente com o atleta, o Fluminense espera resolver detalhes com investidores nesta quinta-feira, para que Fabrício assine o contrato e o clube possa finalmente assinar com o clube. O zagueiro também deve passar por exames médicos antes de ficar à disposição da comissão técnica.

Cristóvão Borges já trabalhou com Fabrício em 2012, quando ainda era treinador do Vasco. Agora, o treinador terá mais opções para a zaga, setor bastante comprometido nesta temporada. Henrique, que também acertou e deve ser anunciado oficialmente em breve, poderá atuar apenas depois da Copa do Mundo, quando a janela para transferências internacionais estiver aberta.

Fonte: IG


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Fluminense-contrata-zagueiro-revelado-FLamengo.html

Para Mansur, diretoria do Flamengo é como as outras.









Sejamos francos. Não é a primeira vez que um clube permite que o treinador demitido seja o último a saber. Não é a primeira vez que as noções básicas de respeito e consideração são mandadas às favas no futebol. E, pelo visto, nem será a última. E o fato de ser rotina, diga-se de passagem, não torna aceitável, não reduz em nada o arranhão na instituição. Mas o problema maior é de onde, ou de quem vem o gesto.

Na vida, toda avaliação, seja de atitude, seja de desempenho, é profundamente influenciada pela expectativa depositada. E no caso do Flamengo, não foi a opinião pública, o sócio que votou ou a torcida quem, por conta própria, construiu uma expectativa elevada. Quando se apresentou para concorrer na eleição, o grupo que hoje comanda o clube repetiu à exaustão que chegava para inaugurar uma nova forma de dirigir o clube. E a demissão de Jayme de Almeida é o atestado definitivo de que, ao menos no futebol, o agressivo discurso pré-eleitoral está divorciado da realidade.

A forma como o treinador foi afastado é um duro golpe em quem acreditou estar diante de uma nova oportunidade de ver o futebol brasileiro arejado. Mais uma vez, a promessa de que iríamos respirar novos ares se revelou falsa.

O Flamengo ainda gasta muito e entrega pouco no futebol. E os treinadores? Pois bem. Ney Franco será o quinto da atual gestão. É justo dizer que Mano Menezes saiu porque quis. Mas a lista que tem, ainda, Dorival Júnior, Jorginho e Jayme assusta não só pela frequência das trocas, mas pela variedade de perfis e padrões salariais. Ou seja, o gasto com treinadores variou de acordo com a ocasião do mercado, ao sabor das marés e, como é regra no futebol, ao sabor do resultado. Tudo como antes.

E o que difere o modelo rubro-negro do que se vê país afora? Quase nada. Mas quem prometeu ser diferente foi a própria diretoria do Flamengo. Ele ofereceu novas esperanças, assumiu o compromisso de fugir ao padrão. Mas falhou.

Já falhara na gestão institucional ao elitizar estádios e rasgar a identidade do clube. Ao insinuar, com seu discurso repleto de agressividade, que ninguém que passou pelo Flamengo entende um pingo que seja do clube. Só os dirigentes do "Novo Flamengo", que parecem querer refundar o clube. Como se a entidade tivesse completado 118 anos e ganho tantos títulos por acaso. No lugar de unir o clube, criaram cizânia.

A forma como Jayme foi demitido é coerente com a prática predominante. Foi assim com Renato Abreu, foi assim com Kojo, do basquete. Todos eles, os últimos a saberem. Jayme não foi um acidente.

É muito justo ressalvar. A diretoria acerta, e acerta muito, ao dedicar tempo, energia e atenção poucas vezes vistas na história do Flamengo a reformas institucionais. Aparentemente, por alguns tipos de vexame o clube não passa mais: atrasos de salários, não recolhimento de impostos e gestão irresponsável da dívida. Ainda que o balanço aponte que a redução do débito caminhou menos do que o imaginado.

O Flamengo atual está longe de ser um desastre completo. Tem virtudes. Várias, aliás. Mas se tem o domínio de modelos de gestão, aptidão com números, organização e um aparente ímpeto transformador, a direção falha em algo mais do que na condução do futebol. Falha no exercício diário da humanidade, da sensibilidade, do culto a valores intangíveis. Há tempo para corrigir. É preciso vontade, habilidade e humildade.

Fonte: Blog do Mansur


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Para-Mansur-diretoria-Flamengo-como-outras.html

Vídeo: Ney Franco é apresentado no Flamengo.











SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Video-Ney-Franco-apresentado-Flamengo.html

Adidas e Flamengo apresentam ao mundo novo Manto Rubro-negro














Camisa teve lançamento global, passando pelas cidades de de Milão, Munique e Londres.







io de Janeiro, 14 de maio de 2014 – Depois do sucesso do lançamento do uniforme para a última temporada, que exaltava a Nação Rubro-Negra e o Brasil pintado de vermelho e preto, desta vez as cores do Flamengo ultrapassaram as fronteiras do Rio de Janeiro e do Brasil. A ação “Do Rio para o Mundo” mostrou a grandeza do Flamengo e levou a nova camisa para Europa e para os maiores clubes do Velho Continente.











Montolivo e o torcedor rubro-negro





Imagem inline 7





Escolhido pelo clube, o torcedor Bruno Nim, foi o responsável por levar o novo manto para os jogadores Montolivo, do Milan, e Schweinsteiger, do Bayern de Munique. A entrega foi postada por eles em suas redes sociais e ganhou o mundo, sendo amplamente noticiada e retransmitida.


 


O projeto de internacionalização da marca do Rubro-negro carioca teve seu início com a camisa da seleção da Alemanha, que foi desenvolvida tendo como inspiração o Flamengo e será usada durante a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014TM.









O novo uniforme, que estreia no dia 18 de maio, traz gola polo com botões e a parte dos ombros preta com detalhes em vermelho. O escudo permanece bordado, e os shorts também passam a ter detalhes em vermelho e preto. “Ficamos muito entusiasmados quando notamos a enorme aceitação da camisa II da Alemanha. Neste momento, tivemos a certeza de que esse novo manto será também um grande sucesso”, afirma Luiz Gaspar, gerente da categoria de futebol para clubes da adidas do Brasil.


Imagem inline 4Imagem inline 6












O modelo conta com a tecnologia ClimaCool® da adidas, que considera como e onde o corpo produz mais calor e suor e coloca tecidos específicos nessas áreas para melhorar a ventilação. Assim, permite que o atleta permaneça com a temperatura ideal do seu corpo.





O novo uniforme estará à venda a partir do dia 16 nas lojas adidas, adidas e-com (www.adidas.com.br/flamengo), lojas oficiais do Flamengo e lojas de varejo esportivo em os estados de Rio de Janeiro, Espírito Santo e Brasília. As camisas com tecnologia Climacool® custarão R$ 219,90 (adulto) e R$ 179,90 na versão infantil, feminina e mini kit.

























































video









SRN

Fonte: http://flamengoeternamente.blogspot.com/2014/05/adidas-e-flamengo-apresentam-ao-mundo.html

Vídeo: Mauro dá 'troféu trapalhada' para Palmeiras e Flamengo.











SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Video-Mauro-da-trofeu-trapalhada-Palmeiras-Flamengo_14.html

Vídeo: Mauro dá 'troféu trapalhada' para Palmeiras e Flamengo.











SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Video-Mauro-da-trofeu-trapalhada-Palmeiras-Flamengo_14.html

Vídeo: Zé Elias critica 'sujeira' do futebol após saída de Jayme.











SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Video-Ze-Elias-critica-sujeira-futebol-apos-saida-Jayme_14.html

Vídeo: Zé Elias critica 'sujeira' do futebol após saída de Jayme.











SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Video-Ze-Elias-critica-sujeira-futebol-apos-saida-Jayme_14.html

Vídeo: Empresário de Jayme fala sobre demissão do técnico.











SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Video-Empresario-Jayme-fala-sobre-demissao-tecnico_14.html

Ney Franco receberá o mesmo que Mano; o dobro de Jayme.









Pela segunda vez em menos de um ano e meio da gestão de Eduardo Bandeira de Mello, o Flamengo vai investir pesado no salário de um treinador. Ney Franco, que inicia sua segunda passagem pelo clube nesta quarta-feira, receberá R$ 400 mil mensais - com direito a premiações por metas alcançadas e multa rescisória. Mesmo valor que era pago a Mano Menezes, que ficou três meses e dois dias no cargo no ano passado. Assim, o investimento no cargo de técnico volta a ser alto, em detrimento da política financeira de austeridade que prega a diretoria, que “economizou” durante os oito meses em que Jayme de Almeida, ex-auxiliar e depois contratado, permaneceu no cargo.

Jayme assumiu no lugar de Mano em setembro de 2013. Na época, ganhava R$ 25 mil como auxiliar. Na virada do ano, foi efetivado, firmou contrato até o fim de 2015 e passou a ganhar R$ 200 mil, metade do que era pago ao antecessor e também da remuneração do sucessor.

É uma repetição daquilo que ocorreu em junho do ano passado. Depois da demissão de Jorginho, um técnico mais barato, dirigentes não pouparam cifras para acertar com o ex-treinador da Seleção. A aposta mal sucedida no tetracampeão deixou clara a necessidade de um nome de peso para conduzir a equipe no processo de reestruturação do futebol rubro-negro, mas também não funcionou.

Com Jayme, o Flamengo conquistou a Copa do Brasil, escapou do rebaixamento no Brasileiro e também ganhou o Carioca deste ano. A alternativa mais barata, no entanto, deixou de agradar durante a campanha ruim na Libertadores da América, que terminou com eliminação na primeira fase.

Esta será segunda passagem de Ney Franco pelo clube. Ele havia trabalhado na Gávea em 2006 e 2007, quando conquistou uma Copa do Brasil e um Campeonato Carioca. Também foram contratados o auxiliar Éder Bastos e o preparador físico Alexandre Lopes. O preparador de goleiros segue sendo Wagner Miranda.

Ney Franco iniciou a carreira nas categorias de base do Cruzeiro e teve destaque como técnico do Ipatinga. Passou pelo próprio Flamengo, Atlético-PR, Botafogo, Coritiba, São Paulo, Vitória e seleção brasileira sub-20.

Fonte: GE


SRN

Fonte: http://www.noticiasfla.com.br/2014/05/Ney-Franco-recebera-mesmo-Mano-dobro-Jayme.html